quarta-feira, janeiro 27, 2010

Claques leoninas garantem paz e apoio a Liedson

Juve Leo, Torcida Verde e Directivo XXI acham  que não é altura para desestabilizar. E prometem festejar os golos do avançado


 

Quem pensa que Liedson vai ter uma recepção hostil no encontro com a Académica que se realiza do próximo fim-de-semana a oito dias pode estar redondamente enganado.
O jogo com a Briosa será o primeiro no Estádio José Alvalade depois dos acontecimentos recentes que culminaram com a saída de Ricardo Sá Pinto e a aplicação de uma multa exemplar ao brasileiro, que terá recusado agradecer aos adeptos no final do encontro com o Trofense.
As três claques verdes e brancas promovem a paz e garantem, através do DN, que o luso-brasileiro não terá um ambiente hostil, isto apesar de ter confrontado um dos símbolos do Sporting - Ricardo Sá Pinto.
"Da parte da Juventude Leonina, o Liedson vai ser bem recebido. Todos conhecem a proximida- de da nossa claque ao Ricardo Sá Pinto, mas a nossa obrigação é apoiar", salienta Daniel Samico, dirigente da claque mais antiga do futebol português. O adepto ver-de e branco revela mesmo que "a relação entre Liedson e os adep-tos não ficou manchada" com este incidente: "Vamos continuar a apoiar e festejaremos os golos que ele marcar como festejamos os dos outros jogadores. Não é hora para desestabilizar."
Filipe Ribeiro, presidente do Directivo XXI, garante que Liedson "não terá menor tolerância" que os restantes colegas. Para Filipe Ribeiro, o tempo é o melhor remédio: "Isto vai passar com os jogos e, aconteça o que acontecer, tenho para mim que nada se virará contra o Liedson. Ele dá tudo em campo. Pelos vistos até já ganhou novos hábitos, pois agradeceu aos adeptos no fim do encontro da Trofa, também temos que perceber que há jogadores mais introvertidos que outros."
Luís Carlos, um dos responsáveis da Torcida Verde, acredita que o comportamento da massa associativa "vai depender muito de como correr o jogo", porém, alerta Liedson de que é um "profissional que ganha centenas de milhares de euros". "Provavelmente haverá menor tolerância para com ele, mas da nossa parte lá estaremos; não para apoiar o Liedson, mas para incentivar o Sporting", refere.
A verdade é que nenhuma das três claques tem previsto, pelo menos até ao dia de ontem, qualquer tipo de coreografia sobre os mais recentes acontecimentos.
Apoiar é a palavra de ordem dos três grupos que se demarcaram das tarjas vistas na Trofa de apoio a Ricardo Sá Pinto com menções aos mercenários que gravitam em Alvalade. Os nomes dos ditos mercenários é que não foram divulgados pelos autores anónimos. 

 
Fonte: DN


0 comentários:

Enviar um comentário

NOTÍCIAS OFICIAIS DOS GRUPOS SPORTINGUISTAS:

  ©Template by Dicas Blogger.